PEQUENOS AJUSTES
Quarta, 11 de Fevereiro de 2009
E LÁ VAMOS NÓS OUTRA VEZ...
Recebi este trabalho de RONDINELLE LOPES, é uma marca própria, por isso não passaria por análise e aprovação de nenhum cliente, portanto não estava sujeita a crítica nem considerações, mas ainda assim me enviou. Então pensei que fazendo algumas intervenções, pudesse expressar melhor os meus pontos de vista, e sendo assim, tomei alguns cuidados:

TENTEI REORGANIZAR A MARCA UTILIZANDO SOMENTE ELEMENTOS CRIADOS POR ELE, E MELHORAR ALGUNS PONTOS, RETIRANDO EXCESSOS, APARANDO ARESTAS, ENFIM...

Observem que não utilizo nenhum elemento extra que não os já existentes na marca original, só redefino algumas hierarquias, fortaleço a legibilidade e tento eliminar "ruídos desnecessários".

VEJAMOS:

1 - Primeiramente, elimino a ESTRELA, que competia com o "R" e o "D" pela sua atenção, deixando assim a força para as iniciais. Criativos sempre gostam de estrelas, mas o melhor é ser uma e não usar uma como um xerife.

2 - Destaquei um pouco mais o nome em relação ao segmento de atuação. Simplesmente para fortalecê-lo.

3 - Mantive a essência das iniciais, realinhando-as e dando múltiplas interpretações ao símbolo, deixando-o menos óbvio.

4 - Duas cores ao invés de três, para uns, coisas da "Old School", para mim, apenas eliminar o desnecessário. Dois tons de verde bastam.

5 - Os rabichinhos do "R" e do "E" também não me agradavam muito, tirei-os. Eram ruídos desnecessários, a personalidade da fonte continua lá, acreditem.

É isso.


 
Publicado por Marcelo Tomaz às 05:56 PM   comentários [ 7 ]
Terça, 02 de Setembro de 2008
MINHA OPINIÃO É...
O internauta Tiago Cadena me enviou um logotipo criado por ele para que eu fizesse algumas considerações a respeito, então vamos pelas legendas:

CU-RU-ZES = O uso dessas formas "orgânicas" meio amebídeas precisa ser muito bem analisado, se cabe ou não em determinados trabalhos, aqui até acho que não destoa, segue a estética arredondada dos demais elementos, mas o "TD" dentro com filete e tudo está de lascar hein...

PESOU = Não entendi o porque do peso diferente na letra "T" em relação ao restante, com isso acentuou-se muito a parte superior dela, que não é digamos um primor do equilíbrio.

CARCOMIDO? = Por que usar mais uma "alegoria", "bossa" ou como queiram chamar, além do símbolo (gritante), o "G" do rabo do gatinho, o "T" maiorzão? "Carcomer" o "E" com o "D" nesse caso é simplesmente dispensável.

RABO DO GATINHO? = De novo cresceu o "G" e para quê? Organização e foco, com esses dois elementos em mente, criar uma marca fica fácil, fácil. Aqui me parece que tudo briga com tudo pela atenção do respeitável público.

Outro detalhe que me ocorre é a nomenclatura, se é TRACE DESIGNER, subentende-se que o TRACE é quem é o designer, portanto o nome do cidadão é TRACE?

Se não, o correto seria "TRACE DESIGN" onde TRACE seria a empresa e DESIGN o seu ramo de atuação, correto?

Espero ter contribuído com minhas parcas considerações.

Abs.


 
Publicado por Marcelo Tomaz às 08:26 PM   comentários [ 7 ]
Quarta, 16 de Julho de 2008
GERHARD SCHLEE
Recebi este trabalho do designer GERHARD SCHLEE, é uma marca para uso próprio e ele pedia uma análise. Então pensei que fazendo algumas intervenções, pudesse expressar melhor os meus pontos de vista, e esse exercício consiste em:

REORGANIZAR A MARCA UTILIZANDO SOMENTE ELEMENTOS CRIADOS POR ELE, E TENTAR MELHORAR ALGUNS PONTOS.

Observem que não utilizo nenhum elemento extra que não os já existentes na marca original, só redefino algumas hierarquias, fortaleço a legibilidade e tento eliminar "ruídos desnecessários".

Percebi logo de cara alguns pontos desarmônicos na ilustração, como a mistura de elementos retos e curvos, que geravam mais conflito do que facilitavam a compreensão, daí optei por utilizar somente elementos curvos. Também tinha uma falta de hierarquia nas informações, com pesos semelhantes entre mensagens distintas, que foi equacionado com uma ênfase maior no nome do profissional e secundariamente na sua área de atuação, os espaçamentos mais amplos entre os elementos deixaram o conjunto mais objetivo e preservaram a sua leitura, fora isso, alguns alinhamentos aqui outros acolá e pronto, aí está uma versão ilustrada da minha opinião.

Na marca original, os tipos foram bem escolhidos, os kernings também estão legais e a combinação de cores apesar do déja-vù com a TELEFÔNICA, não compromete.

Vejam o que acham.

 
Publicado por Marcelo Tomaz às 02:57 PM   comentários [ 10 ]
Segunda, 30 de Junho de 2008
NOME REMOVIDO
POST REMOVIDO ATENDENDO AO PEDIDO DO INTERNAUTA QUE O ENVIOU.



 
Publicado por Marcelo Tomaz às 05:24 PM   comentários [ 13 ]
de 1 1 - 4 de 4